Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.observatoriodocuidado.org/handle/handle/1719
Title: Desenvolvimento de indicadores de segurança do paciente para hospitais de pacientes agudos
Authors: Gouvêa, Carla Simone Duarte de
Issue Date: 25-Jul-2011
Citation: GOUVÊA, Carla Simone Duarte de. Desenvolvimento de indicadores de segurança do paciente para hospitais de pacientes agudos. 2011. 270 p. Orientador: Travassos, Claudia Maria de Rezende. Tese (Doutorado) Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2011.
Abstract: Esta tese busca contribuir para a melhoria da segurança dos cuidados de saúde em hospitais brasileiros de pacientes agudos, a partir do desenvolvimento de indicadores de segurança do paciente. Os resultados estão apresentados em três artigos. O primeiro inclui uma revisão sistemática da literatura realizada com a finalidade de conhecer as estratégias utilizadas no desenvolvimento de indicadores de segurança do paciente, para analisar os modelos conceituais que orientam esses processos, os métodos e critérios utilizados para selecionar e validar os indicadores e definir uma lista de indicadores. O segundo artigo apresenta o processo de planejamento e aplicação do Delphi, método escolhido para que profissionais, pesquisadores/professores e gestores de saúde, das várias regiões do Brasil, avaliassem e selecionassem, com base em consenso, indicadores de segurança do paciente relacionados ao controle de infecção e uso de medicamentos. São descritos os passos percorridos desde a identificação dos indicadores, a escolha do método de consenso mais apropriado aos objetivos e sua execução utilizando a Internet como veículo de comunicação. O terceiro artigo apresenta a execução do método Delphi e os resultados obtidos, com destaque para a lista de indicadores selecionados pelos grupos de especialistas. Na revisão sistemática foram identificados 285 indicadores, sendo 160 (56%) classificados apenas na dimensão da qualidade segurança. A maioria dos indicadores identificados foi sobre uso de medicamentos (22%) e controle de infecção (15%). A aplicação do Delphi através da Internet apresentou uma taxa de resposta de 27% na primeira rodada do método e de 90% na segunda. Oitenta e sete especialistas concluíram as duas rodadas do método (32 nos grupos de controle de infecção e 55 nos de uso de medicamentos) e selecionaram 47 indicadores de segurança do paciente, 23 sobre controle de infecção e 24 de uso de medicamentos. A aplicação do Delphi através da Internet se mostrou efetiva para reunir um número importante de especialistas das várias regiões do país e de diferentes formações profissionais, auxiliando a composição de grupos multidisciplinares e conferindo credibilidade aos resultados. Há necessidade de se estudar estratégias para aumentar a adesão dos profissioais a pesquisas que utilizem este tipo de abordagem. Os indicadores selecionados englobam eventos e processos importantes relacionados à segurança do paciente, como as infecções de sítio cirúrgico e as falhas nas prescrições de medicamentos, e representam um passo importante na identificação de indicadores válidos e viáveis que possam ser utilizados em nível nacional. Há um caminho a ser percorrido para o refinamento dos indicadores, o que poderia ser realizado por painel de especialistas, utilizando metodologia presencial, como o grupo nominal, ou usando recursos audiovisuais, como a teleconferência, em uma etapa posterior à aplicação do método Delphi, e anterior a um estudo piloto.
URI: https://repositorio.observatoriodocuidado.org/handle/handle/1719
Appears in Collections:SP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Desenvolvimento_Indicadores_Segurança_Paciente_Hospitais_Pacientes_Agudos.pdf2.74 MBAdobe PDFView/Open