Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.observatoriodocuidado.org/handle/handle/1718
Title: Cuidado de enfermagem e a cultura de segurança do paciente
Authors: Marinho, Monique Mendes
Issue Date: 28-Feb-2012
Citation: MARINHO, Monique Mendes. Cuidado de enfermagem e a cultura de segurança do paciente: um estudo avaliativo em unidades de internação cirúrgica. 2012. 135p. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.
Abstract: Este estudo teve como objetivos avaliar a cultura de segurança do paciente sob a ótica dos profissionais de enfermagem das unidades de internação cirúrgica de um hospital universitário a partir do Safety Attitudes Questionnaire (SAQ) e conhecer a opinião destes profissionais quanto à aplicação deste questionário. Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, do tipo survey transversal e abordagem qualitativa, do tipo exploratória. O estudo foi realizado nas duas unidades de internação cirúrgica do referido hospital, na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, com um total de 46 profissionais de enfermagem que exercem suas atividades profissionais nessas unidades e atenderam aos critérios de inclusão estabelecidos. A coleta de dados foi realizada nos meses de abril a julho de 2011, através da aplicação do SAQ – versão cirúrgica, sendo acrescentada ao final deste questionário uma questão aberta com abordagem qualitativa para atender ao segundo objetivo do estudo. Para análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva e inferencial (teste ANOVA de Kruskal Wallis), e os itens do SAQ foram avaliados a partir de escores para a cultura de segurança do paciente em cada dimensão, considerando uma pontuação maior ou igual a 75, em uma escala de 0-100. A análise qualitativa dos dados foi realizada de acordo com a análise de conteúdo de Bardin. O estudo foi realizado de acordo com a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde. Os resultados mostram que a avaliação da cultura de segurança é frágil nas seis dimensões do SAQ. Os escores mais altos e favoráveis estão relacionados à “Satisfação no trabalho”, e as dimensões com menores escores foram: “Percepções da gestão” e “Condições de trabalho”. Em relação à idade do profissional, os profissionais mais jovens destacaram-se com maiores escores na maioria das dimensões. Quanto às categorias profissionais, os escores superiores estão relacionados aos auxiliares de enfermagem quando comparados aos técnicos de enfermagem e enfermeiros. As recomendações dos participantes para melhorar a segurança do paciente vão ao encontro dos baixos escores encontrados nas dimensões avaliadas, sugerindo como principais ações: realização de mais treinamentos, capacitações e aperfeiçoamentos; ter e manter bons materiais e equipamentos; aumentar o número de profissionais. O SAQ, na opinião dos participantes, foi considerado um instrumento de pesquisa importante e satisfatório, que permite alertar e refletir sobre situações e dificuldades cotidianas que podem prejudicar o cuidado aos pacientes, comprometendo a segurança e a qualidade do cuidado.
URI: https://repositorio.observatoriodocuidado.org/handle/handle/1718
Appears in Collections:SP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cuidado_enfermagem_cultura_segurança_paciente.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open